The Last of Us para Fate Básico! [parte 2]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Saudações, 4dF+4 leitores que acompanham essa coluna inquieta, carinhosamente conhecida por poucos como a Caixa do Lima. Hoje eu retorno com a segunda parte da curta adaptação de The Last of Us para Fate Básico e Acelerado. E se você, como eu, gosta do Fate e ficou empolgado com o segundo jogo da franquia, recomendo visitar a Parte 1 desta adaptação, onde apresentamos algumas mecânicas para emular particularidades do cenário de The Last of Us 2.

O Mundo de The Last of Us

É um jogo eletrônico de Ação/Aventura e Terror/Sobrevivência, desenvolvido pela Naughty Dog, The Last of Us foi lançado mundialmente no dia 14 de Junho de 2013 para a PlayStation 3. Em The Last of Us, Joel (personagem jogável), o protagonista, tem de percorrer os Estados Unidos num ambiente pós-apocalíptico em 2033, 20 anos após o surto da infecção do fungo Cordyceps. Joel tem como missão escoltar a jovem Ellie até um grupo de resistentes amigáveis, os Vagalumes, que estão em busca de uma cura para a infecção. Nesta jornada, Joel e Ellie têm que se defender de criaturas infectadas (similares a zumbis, mas que não são zumbis) e em sua grande maioria, seres humanos, que infectados com o fungo Cordyceps.

Os protagonistas também precisam se proteger de bandidos, outros grupos de resistência que tentam reorganizar a sociedade de acordo com as suas ideias e grupos de canibais humanos hostis, usando armas de fogo e técnicas de combate. O mundo está devastado e os recursos devem ser encontrados em meio às explorações na devastação das selvas de pedra.

The Last of Us 2 foi lançado em junho de 2020, e os eventos do cenário ocorrem cinco anos após os eventos do primeiro jogo e cerca de 25 anos após o surto inicial de Cordyceps. Ellie, agora como protagonista, tem 19 anos de idade e Joel, cerca de cinquenta anos. A história é dividida em quatro capítulos sazonais, começando em Jackson, Wyoming, durante os meses de inverno. A dupla, tendo se estabelecido no assentamento de Tommy (irmão de Joel), vivem em relativa paz dentro da próspera comunidade. Durante sua estadia, Ellie conseguiu fazer amizade com Dina e Jesse, no entanto os sobreviventes enfrentam a ameaça constante de infectados e outros sobreviventes hostis.

Quando um evento trágico atrapalha a tranquilidade de sua vida, Ellie embarca em uma jornada em busca de vingança para realizar justiça contra um culto misterioso e perigoso conhecido como Serafitas. Ao caçar os responsáveis um a um (é aqui que Abby surge), ela é confrontada com as conseqüências físicas e emocionais traumatizantes de suas ações. Ellie é alimentada pelo ódio, que será um tema importante na história. O jogo em grande parte é ambientado em Seattle, Washington.

O que é o Cordyceps?

Cordyceps (Ophiocordyceps Sinensis) é um tipo de fungo que ataca principalmente formigas e outros artrópodes, agindo como parasita e manipulando o hospedeiro para que ele aja de forma a espalhar seus esporos e infectar mais formigas. Basicamente, quando uma formiga é infectada, o fungo cresce dentro do seu corpo até chegar ao cérebro, fazendo com que ela suba até o ponto mais alto que puder e então a mata. Depois de um tempo, começam a surgir cogumelos do cadáver da formiga, espalhando esporos nas formigas abaixo dela, recomeçando todo o ciclo.

Em The Last of Us, o fungo afeta os demais seres vivos, especialmente os humanos.

Aviso

As informações são poucas, para evitar spoilers do jogo. “Lima, ainda?” Sim, o Tio Lipe ainda está com medo de levar spoilers do primeiro The Last of Us (de 2013).

Regras para a Ambientação

O sistema escolhido é o Fate Básico/Acelerado que é o queridinho da casa, como vocês já sabem. “Já deveria sair para o Fate Condensado”. É, poderia, mas como aqui sempre prezamos pela acessibilidade, vamos trabalhar com as versões que temos em português. Em um futuro próximo, quando o Fate Condensado se tornar realidade em nosso idioma, revisitaremos esse texto. Esta adaptação não terá modificação nas regras básicas do Fate, seja ele básico ou Acelerado, as perícias ou abordagens vão se manter as mesmas. A proposta é apresentar algumas sugestões de regras extras para tentar emular o cenário de The Last of Us.

Os jogadores podem criar os personagens seguindo as regras básicas do sistema, mas tendo em mente que eles fazem parte de um grupo de sobreviventes, fazendo parte de qualquer um dos grupos envolvidos na trama do cenário: Vagalumes, contrabandistas, WLF, Fedra, Serafitas, Jackson ou qualquer outro grupo que se deseje criar. E podendo até encaixar esses grupos em outros países e localidades mais específicas para facilitar o conhecimento do narrador e dos jogadores, como a cidade onde o grupo reside.

Infecção do Cordyceps

Os personagens estão continuamente em ambientes hostis e a qualquer momento, podem se deparar com um grupo de Corredores, Estaladores e quem sabe, um Baiacu. E nestes embates, os personagens podem ser mordidos, inalar os esporos do cordyceps ou até serem devorados.

Quando um personagem é infectado, seja por meio de mordidas ou inalação de esporos, ele tem 48 horas antes de se transformar em um Corredor. E como vamos emular isso no sistema? Primeiramente, o jogador infectado vai escrever na sua ficha uma consequência severa, calafrios constantes e renomear um dos aspecto para infectado, desde que não seja o de conceito ou de dificuldade, para um aspecto que indique sua condição de infectado.

Após isso, o personagem tem quatro caixas de estresse para representar o avanço da infecção; cada caixa representa a passagem de um período de doze horas. Após marcar todas as quatro caixas, o personagem vai começar a sofrer a transformação, forçando o grupo a tomar uma atitude.

Exemplo: Anthony foi mordido por um estalador, mas “conseguiu sair com vida”. Seus amigos sabem que mais cedo ou mais tarde, terão que tomar uma decisão, mas Anthony acha que ainda pode ajudar. Então, ele escreve na ficha a consequência severa calafrios constantes e renomeia um dos seus aspectos para infectado. Agora, Anthony tem quatro caixas de estresse para controlar a infecção marcando uma delas a cada doze horas. Quando preencher todas as quatro, começa a sua transformação.

 

Melhorias

Tal como no jogo eletrônico, os personagens podem fazer melhorias nas suas armas, equipamentos e até mesmo fabricar itens. Para tanto, o grupo precisa encontrar um mesa de trabalho em suas explorações. Para não ficarmos contando itens, vamos emular os itens necessários para as melhorias com os Pontos de Destino.

Melhorias permanentes, como um silenciador para a pistola, são feitas ao custo (permanente )de um Ponto de Destino, virando uma façanha: pistola com silenciador. Melhorias temporárias, como fazer um coquetel molotov ou um kit de primeiros socorros, são feitas ao custo (temporário) de um ponto de destino, que é recuperado na próxima sessão de jogo.

Exemplo: Ellie está explorando uma casa e encontra uma mesa de trabalho na garagem com várias ferramentas e peças de reposição. Ela decide fazer um silenciador para a sua pistola, gastando permanentemente um Ponto de Destino, diminuindo a sua recarga de 3 para 2 e acrescentando a façanha Pistola com Silenciador. Ela decide também fazer um coquetel molotov para enfrentar um Trôpego na entrada dos esgotos. Ela gasta um Ponto de Destino, que será recuperado na próxima sessão. O jogador deve ficar atento aos espaços na mochila.

Armas

Coquetel Molotov: em uma mesa de trabalho, gastando um ponto de destino, você pode construir um coquetel molotov, que consiste em uma garrafa de vidro, preenchida com gasolina e tendo um pano no gargalo como pavio. O coquetel molotov é uma arma de arremesso de curto alcance, que só pode de ser arremessado de curta para média distância (uma zona). Quando acerta o alvo, o molotov causa uma caixa de estresse extra por rodada devido ao alvo estar com o corpo em chamas.

Besta: uma arma silenciosa e precisa para ataque de longo alcance, essencial em um universo pós-apocalíptico. A besta causa uma caixa de estresse extra de dano quando o atirador tem um sucesso com estilo. A besta tem uma caixa de recarga de estresse.

Metralhadora: uma arma pesada de ataque, capaz disparar várias rajadas de tiros, mas nada silenciosa. Ótima para combates a curta e média distância, com uma ótima cadência de tiro. Ao obter um sucesso com estilo, o atirador pode disparar um segundo tiro no mesmo alvo em uma rodada. A metralhadora causa uma caixa extra de estresse de dano e tem cinco caixas de estresse de recarga.

Granada de mão: explosivo de arremesso a curta distância, só podendo ser arremessada da curta para média distância (uma zona), causa duas caixas de estresse extra em todos os personagens jogadores ou não jogadores dentro da zona de explosão.

Desafios

Traficantes/Contrabandistas

Vários grupos optaram pelo tráfico e contrabando, que vai desde itens raríssimos de extrema necessidade em um mundo pós-apocalíptico, até pessoas, que são mantidas em regime de escravidão para ditadores regionais. Esses grupos são tão perigosos quantos os infectados.

Bom (+3): furtividade, atirar e esconder

Razoável (+2): lutar e perceber

Regular (+1): enganar e correr

Ruim (-1): negociar

Estresse: 1 caixa para cada membro do grupo em cena

Mercenários

Grupos mercenários que levam a vida fazendo assaltos, atuando como escolta ou eliminando líderes e possíveis empecilhos políticos aos grupos que possam pagar pelos seus serviços.

Ótimo (+4): furtividade

Bom (+3): atirar e perceber

Razoável (+2): negociar e esconder

Regular (+1): correr

Ruim (-1): lutar

Estresse: 1 caixa para cada membro do grupo em cena

 

Conclusão

Então pessoal, essa é a segunda e última parte da adaptação de The Last of Us para Fate Básico e Acelerado — e mais uma vez digo que esta adaptação pode não atender aos anseios dos mais preciosistas sobre o jogo, mas a ideia é tentar emular as particularidades do cenário usando o sistema Fate.

E se você está querendo jogar The Last of Us no Fate, já digo a você que tem uma ficha maravilhosa para Fate no Roll20 que faz milagres para quem joga por lá. Eu mesmo montei uma mesinha para testes de habilidades na plataforma e ficou uma maravilha.

E se jogarem, passem aqui para contar como foi a experiência.

Até breve!

😉

0 Comentários

  1. Dan sevensays:

    Eita ficou muito legal essa adaptação lima, quando o mundo voltar ao normal eu vou narrar uma oneshot dela

    • Se eu te disser que tem uma ficha linda de Fate no Roll20? Eu estava brincando de montar uma mesa lá de Fate The Last of Us e ficou bom demais. Vale a pena conferir.

Deixe uma resposta