Avatar – Os Dobradores. Regra Opcional de Dobra pra Storytelling.

Olá,

 

Acho que hoje é um dia a ser lembrado na história desta seção, já que estou, milagrosamente, postando-a novamente em uma segunda após tantas tentativas fracassadas. Como anunciado no capítulo anterior, “Avatar – Os Dobradores”, eu falei sobre a elaboração de um modelo com um detalhamento maior em relação às técnicas e desenvolvimento das mesmas – para jogos mais no estilo Aang, em que os personagens realizam seu desenvolvimento de dobra enquanto se aventuram pelo mundo. Pois é, eu tenho um monstrinho perfeccionista aqui por dentro que não ficou contente só em criar um hack, tinha que ter regras alternativas para o hack. Antes de apresentá-las, devo alertar que esta não é uma postagem amigável com quem não entende do sistema Storytelling e da animação Avatar, pois se você desconhecer a ambos, vai se perder. A ideia ao escrever pela primeira vez sobre o hack e as regras alternativas era demonstrar o desenvolvimento das ideias envolvendo a adaptação – como as regras surgiram ao invés de só apresentá-las, o que é mais interessante para quem gosta de Design de RPG.

O Senhor dos Anéis FAE – Regras para Mágica Sutil da Terra Média

Saudações, Camaradas!

Vamos dar início à segunda parte da série de postagens sobre O Senhor dos Anéis para Fate Acelerado. Dessa vez vamos falar sobre Regras para a mágica sutil da Terra Média. E para quem perdeu a primeira parte, é só dar uma clicada aqui e ver a primeira parte, que abordava as regras para corrupção.

Ficha de Personagem para Shadowrun FAE

E aqui vai a ficha de personagem – personalizada para a adaptação de Shadowrun para Fate Acelerado. Ao invés da tradicional ficha em A5, fiz uma maior, em A4, já que a adaptação pede mais espaço para implantes, equipamentos, armas, veículos, commlinks, feitiços, etc. Baixem aqui.

Medievo: RPG na baixa idade média

Saudações Camaradas!

Em preparação para o lançamento da versão completa do Medievo em 2017, nós repostamos aqui a versão fastplay do Medievo, junto com uma aventura e personagens prontos, além de uma ficha de personagem em branco. Aproveitem e curtam um gostinho da nossa próxima publicação. Vale lembrar que Medievo foi uma das primeiras — senão a primeira — publicações independentes do Mundos Colidem, ainda na época do nosso blog.

Fate Acelerado – ficha de personagem preenchível

E pra quem quer uma ficha rápida e fácil de preencher para Fate Acelerado, aqui está uma versão em A5 — cada folha permite fazer duas fichas, então mãos à obra!

Avatar: Os Dobradores. Adaptação para Storytelling

Olá,

E finalmente chegamos em dezembro, o último mês do ano e aparentemente mais tranquilo – estamos no sexto dia e o ritmo dele já está um pouco mais light que o ritmo de novembro. Essa mudança de ritmo permitiu que eu respirasse um pouco, só que a tempestade de ideias na cabeça continua em polvorosa o que me joga na indecisão, o que me levou novamente a estar postando na Terça (isso e ter abusado um pouco numa maratona insana de Noragami que me fez dormir duas horas na segunda, após um domingo de evento). 😀 Admito que falta de organização também auxilia nisso e um dia vou fazer um modelo Lima de board pra cronograma, como o utilizado por Raphael Lima, o autor da coluna Nomos – mas até lá, vou ficar explorando o meu amigo João Neto como consultor de “Caraca, já é meia noite e eu preciso postar algo. Ajuda a decidir aqui, João!”. Portanto, este post é uma reciclagem de um dos posts antigos do Toca do Hutt, que chegou até a sair no wordpress do Mundos Colidem antes da digievolução que fizemos pra este site lindo aqui.

Shadowrun para Fate Acelerado

Depois de muita demora, aqui está a adaptação nada oficial de Shadowrun para Fate Acelerado, feita a partir de algumas notas e personagens para uma série de one-shots em um cenário cyberpunk. Como surgiu interesse em saber como funcionava a adaptação e suas regras específicas para elementos como magia e implantes cibernéticos, decidi investir em um artigo — que logo virou um conjunto de regras e finalmente, uma adaptação cobrindo o que achei mais importante sobre o cenário, além de algumas informações pra situar quem sabe pouco (ou nada) sobre Shadowrun. Espero que curtam a adaptação.

E por favor, lembrem-se: críticas, comentários e sugestões são muito bem-vindos!

Costela de porco glaceada em molho agridoce

Olá, caro viajante, seja bem vindo a Taverna no Fim do Multiverso. Eu sou Gilgan, seu anfitrião. Entre e fique a vontade. O que aconteceu? Você está ferido.

X-Men: Primeira Classe para ICONS

Olá galera, trago hoje pra vocês uma nova adaptação — e dessa vez estamos com os X-Men, criados em 1963 por Stan Lee (roteiro) e Jack Kirby (arte) pela Marvel Comics. São os primeiros encontrados/treinados pelo Professor Xavier para sua escola: Scott Summers, Jean Grey, Bobby Drake, Hank McCoy e Warren Worthington III.
Apresento a vocês Primeira Classe.

Ainda virão mais por aí, isto é só o começo.

Terra Devastada: Edição Apocalipse

Saudações, camaradas!

Hoje venho falar a vocês sobre o Terra Devastada: Edição Apocalipse (2016) um cenário/sistema nacional de autoria do John Bogéa, que escreve, desenha e diagrama a obra, com sua primeira edição lançada em 2011 pela editora Retropunk. Seu sucesso foi tão grande, que os livros ficaram esgotados por anos e penei para conseguir minha cópia da primeira edição.

Em minha humilde opinião, John Bogéa é o grande autor do cenário nacional, com outro trabalho do mesmo período — Abismo Infinito — que considero uma obra ímpar, devido à sua mecânica de desenvolvimento do personagem em uma interpretação no estilo Lovecraft. Mas vamos ao que interessa: