Remexendo no caldeirão da Tasha ou Experimentando novos ingredientes em DnD 5e

Mais uma quinzena e mais um avanço de sala. Bem-vindes novamente a Torre do Destino, eu sou João D e guiarei vocês por este novo andar falando de coisas novas e de coisas antigas. Nada tão antigo nessa torre quanto falar de Dungeons and Dragons (DnD) mas dessa vez com um assunto novíssimo: Tasha’s Cauldron of Everything (Caldeirão da Tasha para todas as coisas). O novo suplemento da quinta edição já se encontra acessível no DnDBeyond e eu não perderia a chance de falar sobre as novas mudanças propostas pelo suplemento. Vamos adentrar a sala?

Lendas e Heróis – Construindo uma tragédia épica para D&D 5e – Parte 2: personagens

Bem-vindos de volta a Torre do Destino, essa semana seguimos nossa construção de um cenário heroico, épico e levemente trágico usando Dungeons and Dragons 5ª edição. Eu sou João D. e para seguirmos bem nesse nível irei apresentar pra vocês um pouco do que me empolgou a criar esse cenário, vamos falar de Mythic Odyssey of Theros e como construir personagens que extrapolam o básico do Player’s Handbook entendendo o que surge das mudanças.

Quando a interpretação é muita, mas a regra é pouca ou melhorando Inspiração em D&D 5e

Quando se trata de momentos épicos em sessões de D&D 5ª edição tenho certeza que muitos leitores devem ter boas lembranças. De certo modo existe uma regra dentro do próprio jogo para tentar criar tais momentos, os Pontos de Inspiração. Mas convenhamos, do jeito que é apresentada ela não faz muito pela narrativa. Bem-vindos de volta a Torre do Destino, eu sou João D. seu guia atrasado, mas de volta, nessa escalada infindável e hoje vamos falar sobre como alterar (pra melhor de preferência) os Pontos de Inspiração em D&D 5e.

Sempre Selvagem

Olá, Galerinha!

Esse domingo foi aquele dia em que ao dormir, percebemos que devemos ter engordado uns dez quilos. Foi o Dia das Mães e espero que todos tenham comemorado bastante com almoços e jantares fantásticos. Desejo um grande abraço a todas as mães por terem paciência conosco, os garotos que rolam dados mágicos e bagunçam a casa toda. Feliz Dia das Mães!

Agora vamos embarcar em mais uma viagem alucinante. A Estação das Brumas é um lugar oculto, um momento no tempo, uma resposta perdida e nosso trem segue rumo ao céu azul por uma miríade de mundos e idéias. Então vamos ficar de olhos bem abertos para não perdermos nada.