A Ferro e Fogo: Fate Quest Revisado (Quarta Parte: Dolovia)

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e nesta semana na Lugar Nenhum, trago o último capítulo da série A Ferro e Fogo, dando continuidade à revisão e ampliação do Fate Quest, um hack para jogos de fantasia medieval usando a engine do Fate! No capítulo de hoje, o microcenário Dolovia!

Parte 1 – Revisão do Fate Quest: Mecânicas.

Parte 2 – Revisão do Fate Quest: Personagem.

Parte 3 – Revisão do Fate Quest: Antagonistas.

Parte 4 – Revisão do Fate Quest: Microcenário.

A Ferro e Fogo: Fate Quest Revisado (Terceira Parte: Antagonistas)

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e no capítulo desta semana do Lugar Nenhum, trago um capítulo da série A Ferro e Fogo, desta vez dando continuidade à revisão e ampliação do Fate Quest, um hack para jogos de fantasia medieval usando a engine do Fate! Neste capítulo: Antagonistas e Coadjuvantes!

Parte 1 – Revisão do Fate Quest: Mecânicas.

Parte 2 – Revisão do Fate Quest: Personagem.

Parte 3 – Revisão do Fate Quest: Antagonistas.

Parte 4 – Revisão do Fate Quest: Microcenário.

A Ferro e Fogo: Fate Quest Revisado (Segunda Parte: Personagem)

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e no capítulo desta semana do Lugar Nenhum, trago um capítulo da série A Ferro e Fogo, desta vez dando continuidade à revisão e ampliação do Fate Quest, um hack para jogos de fantasia medieval usando a engine do Fate! Nesta segunda parte: Personagem!

Parte 1 – Revisão do Fate Quest: Mecânicas.

Parte 2 – Revisão do Fate Quest: Personagem.

Parte 3 – Revisão do Fate Quest: Antagonistas.

Parte 4 – Revisão do Fate Quest: Microcenário.

A Ferro e Fogo: Fate Quest Revisado (Primeira Parte: Mecânicas)

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e no capítulo desta semana do Lugar Nenhum, trago um capítulo da série A Ferro e Fogo, desta vez revisando e ampliando o Fate Quest, um hack para jogos de fantasia medieval usando a engine do Fate! Nesta primeira parte: Mecânicas!

Parte 1 – Revisão do Fate Quest: Mecânicas.

Parte 2 – Revisão do Fate Quest: Personagem.

Parte 3 – Revisão do Fate Quest: Antagonistas.

Parte 4 – Revisão do Fate Quest: Microcenário.

The Last of Us para Fate Básico! [parte 2]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Saudações, 4dF+4 leitores que acompanham essa coluna inquieta, carinhosamente conhecida por poucos como a Caixa do Lima. Hoje eu retorno com a segunda parte da curta adaptação de The Last of Us para Fate Básico e Acelerado. E se você, como eu, gosta do Fate e ficou empolgado com o segundo jogo da franquia, recomendo visitar a Parte 1 desta adaptação, onde apresentamos algumas mecânicas para emular particularidades do cenário de The Last of Us 2.

The Last of Us para Fate Básico! [parte 1]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima. Saudações, 4dF+4 leitores que acompanham essa coluna inquieta, carinhosamente conhecida por poucos como a Caixa do Lima. Inquieta, porque sempre tento fazer um planejamento de postagens com temas organizados e encadeados, mas todas as escritas são guiadas pela minha empolgação em determinados temas e assuntos. E mais uma vez não segui o cronograma, mas por uma boa causa — para voltarmos às adaptações para Fate Básico/Acelerado com o jogo do ano, pelo menos para mim. Estamos falando de The Last of Us 2 (Abby Rainha!).

Usando aspectos em Dungeons & Dragons 5e

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Saudações 2d20 leitores desta coluna conhecida na comunidade como a Caixa do Lima. Então, como vocês estão nessa quarentena? Embora muitos digam que não há pandemia, e que o isolamento é desnecessário, sabemos que as coisas não são bem assim. A pandemia é séria, e os dados são alarmantes, e quando estou tentado organizar essas palavras vejo notícias que o Brasil pode se tornar o novo epicentro global do Covid-19.  

E se você está no isolamento, algumas medidas são necessárias para manter a sanidade, isso não é um manual, apenas algumas sugestões: organize uma rotina de trabalho, leituras, joguem RPG on line, tentem fazer minicursos e quando não estiverem se sentindo bem, chame um/a amigo/a para conversar. Para os que não podem estar em isolamento, devido a questões de força maior, usem máscaras, lavem sempre as mãos e evitem contato o máximo que puderem. Juntos somos mais forte. 

#Rentpunk: a precarização como a nova masmorra

Olá, eu sou Gabriel e estou de volta ao Mecanismo Obscuro. Hoje vou comentar um pouco sobre rentpunk, um tema ou uma tendência que tem atravessado diversos jogos que chamaram a minha atenção recentemente.

A precariedade da vida nas cidades e temas relacionados estão fornecendo material para pensar o RPG em diversos níveis, desde fantasias urbanas mobilizadas pelo débito até jogos estruturados em crônicas e narrativas cotidianas. Esses jogos parecem convergir para o rentpunk, um conjunto temático que explora as crescentes incertezas profissionais e econômicas do nosso tempo. De que forma isso está sendo desenvolvido em alguns RPGs?

Guia sobre Financiamento Coletivo de RPG

Yop! Eu sou Jards Medeiros, e esta é minha estréia na coluna Taverna no Fim do Multiverso. Minha ideia através dessa postagem é fazer um compilado sobre os financiamentos de livros de RPG no Catarse e Vakinha, de quantos são e como estão indo, já que esse modelo se tornou um meio de muitas editoras ou pessoas de trazerem seus projetos a tona. Conheci esse modelo em 2017, mas só comecei apoiar do ano passado para cá e nesse tempo, vi em alguns grupos no Facebook, pessoas comentando sobre como andava esse ou aquele projeto, então pensei em criar uma tabela para manter o controle sobre os meus, mas se já ia fazer essa pesquisa, por que não ter um pouco mais de trabalho e fazer uma tabela mais completa para compartilhar com os leitores do Mundos Colidem.

Moana: Um Mar de Aventuras para Fate Acelerado – Parte IV

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Essa semana na Caixa do Lima, após um pequeno hiato devido a atividades acadêmicas do curso de História que necessitaram de toda a minha atenção, suor e sangue, retorno com as adaptações para Fate Acelerado, e dessa vez com a continuação de uma antiga e querida, que escrevi em meados de 2017, e que teve uma grande influência dos meus filhos na sua produção. Quem já anda por aqui há algum tempo, sabe que o FAE é o meu sistema queridinho, que apesar da preferência faz tempo que não dá as caras por aqui. Lima, Fate Acelerado? Sim, se é a primeira vez que você vê algo sobre Fate aqui no Mundos Colidem, sugiro dar uma olhada no nosso Índice Fate Mundos Colidem, o nosso catálogo desatualizado das postagens que envolvem o maravilhindo sistema da Evil Hat, lançado no Brasil pela Solar Entretenimento.