Poder Absoluto, Responsabilidade Absoluta!

Salve, Salve Super Heróis! Eu sou o Joka e esta é a coluna Espaço Mítico trazendo para vocês apresentando Poder Absoluto, Responsabilidade Absoluta, um suplemento para Heróis de Electrum!

Para quem está chegando agora, Heróis de Electrum (ou HdE) é um minijogo autoral que utiliza uma variação do Lima System com a proposta de simular a atual fase das HQs, a chamada Era de Electrum (também conhecida como Nova Era de Platina) e dos filmes e séries modernas de super-heróis como Vingadores, Os Defensores, Liga da Justiça, Jovens Titãs e muitos outros. Neste jogo, você é um herói que arrisca sua vida para salvar o mundo (ou seu bairro), proteger os fracos, combater o crime e as forças opressoras. Você pode adquirir o HdE na loja do Mundos Colidem no Dungeonist.

Se quiser saber mais e conferir um relato sobre o jogo, dá uma olhada nesta resenha que o Milton do Uma Taverna Qualquer fez.

Heróis de Electrum

Suplemento para minijogo?

Com a chegada da pandemia, todos nós tivemos que adaptar nossa rotina ao chamado “novo normal.” E isso inclui também os nossos famigerados encontros para jogar RPG. Apesar de eu já ter realizado campanhas via Virtual Table Top (VTT) como o Roll20, nunca me considerei um verdadeiro adepto desta modalidade de jogar até que chegou a crise sanitária no Brasil.

Pouco a pouco, eu e todo o meu grupo fomos nos adaptando a essa ferramenta. Como os minijogos do Mundos Colidem são perfeitos para VTT devido a sua simplicidade, resolvi narrar uma one-shot para grupos diferentes e aproveitar para obter mais comentários e experiências sobre o jogo. O que logo se mostrou muito satisfatório e o minijogo foi aprovado pelos grupos por tornar ágil jogar com super-heróis. Mas, como nosso amigo e companheiro do coletivo Gabriel gosta de dizer, “o pessoal curte uma crocância (crunch) no RPG.” E surgiram questionamentos como, “o que eu poderia fazer caso quisesse colocar evoluções nos personagens?” ou “Como eu poderia definir qual dos dois personagens com super força é mais forte?” e assim por diante.

Então, numa tentativa de dar profundidade ao HdE, sem no entanto fugir de sua principal característica que é a simplicidade e agilidade, resolvi fazer um suplemento com regras opcionais que mudam fundamentalmente algumas coisas. Uma motivação extra foi a postagem no grupo dos RPGs Minimalistas de Dennys Douglas, trazendo sua excelente e própria versão das respostas a estes questionamentos acima citados com seu suplemento Regras Icônicas para HdE. Aconselho demais a darem uma conferida!

E foi assim que nasceu este suplemento para HdE, o Poder Absoluto, Responsabilidade Absoluta! Quem quiser já ir pegar no formato Pague o Quanto Quiser lá no Dungeonist, pode ir direto por este link.

O que há de novo?

Em Poder Absoluto, Responsabilidade Absoluta! O leitor poderá encontrar:

  • Graduação de resultados das rolagens.
  • Regra alternativa de Vantagem e Desvantagem para se adequar a graduação de resultados.
  • Regra alternativa para os poderes, incluindo níveis de poderes para determinar o quão poderoso é. E a inclusão dos efeitos especiais, que transforma a maneira como um poder funciona.
  • Pontos de Electrum, um recurso novo que o jogador pode utilizar para intervir na história ou desenvolver aqueles momentos das HQs e filmes que o herói extrapola seus limites ou faz coisas inesperadas com seus poderes.
  • Avanços, uma maneira dos personagens jogadores evoluírem ao longo do jogo.

Como isso tudo funciona?

A principal ideia em Poder Absoluto, Responsabilidade Absoluta é poder facilitar para o narrador criar histórias em que a responsabilidade que os heróis tem com os inocentes seja ainda mais relevante. Além de também criar uma maneira de representar diferentes níveis de força nos poderes dos personagens.

Com a Graduação de resultados, por exemplo, uma rolagem de risco se torna mais interessante pois apresenta para o narrador e jogadores uma nova complicação na história. Como os resultados não são mais binários (apesar de não serem obrigados a ser mesmo que sejam apresentados assim), o narrador pode usar esta graduação como uma maneira de complicar a história e colocar em evidência as fraquezas dos personagens.

Para colar a graduação de resultados no sistema, fica necessário mudar o funcionamento da regra de vantagem e desvantagem do sistema. Ao invés do uso de um dado extra, elas concedem +1 ou -1 para cada uma delas que você tiver e também cria uma nova situação. Se um personagem possuir um +3 acumulado de vantagem ou -3 de desvantagem, ele automaticamente é bem sucedido ou falha no segundo caso, no seu teste de risco.

A mudança em vantagem e desvantagem é aliado a nova maneira de retratar os poderes, que agora possuem níveis de poder. Todo poder começa com nível 1 e concede +1 (uma vantagem) para o teste de risco que envolva ele. Cada nível superior acumula +1 até o máximo de +3. Os vilões também passam a ter níveis em seus poderes e exercem desvantagens na mesma proporção.

E há uma nova mudança no funcionamento dos poderes, agora existem efeitos especiais. Eles servem para determinar se um personagem é capaz de fazer coisas que seus poderes sozinhos não diriam ser possível. Como ter super força e poder “voar” saltando ou fazer um ataque de fogo ser em área e assim por diante.

Já os Pontos de Electrum (PE) são um recurso especial que funciona muito semelhantemente aos Pontos de Destino em Fate, Inspiração em D&D ou Benes em Savage Worlds. Este recurso serve como uma recompensa aos jogadores quando tiverem que se obrigar a seguir suas fraquezas ou objetivos em detrimento do seu bom senso. Os PE também podem servir como uma forma de pontos de experiencia de outros jogos, sendo concedido após uma difícil missão ou sob algum critério do narrador.

Os Avanços são a maneira de incluir um senso de progresso aos personagens jogadores, para aqueles que queiram colocar uma maneira dos heróis ficarem mais fortes e experientes com o tempo em campanhas mais longas. Normalmente, super heróis não possuem grandes progressos em suas habilidades. Há apenas mudanças na forma como ele usa ou lida com suas fraquezas, então pode ser interessante tornar os avanços mais escassos se o narrador quiser dar esse tipo de tom a seu jogo. E como são os PE que servem para comprar avanços, os jogadores precisarão gerenciar suas necessidades na história com seu aumento de poder.

Sou obrigado a usar essas regras agora?

Claro que não! Este suplemento é focado inteiramente para aqueles que buscam esse tipo de experiência de jogo ao qual o material tenta emular. O HdE é inteiramente jogável e funcional da maneira como já está. Você inclusive pode usar apenas uma parte dessas novas regras, se assim quiser. É inteiramente possível. Lembre-se, o jogo é seu. Use o suplemento como uma caixa de ferramentas para concertar aquilo que achar necessário ou deixar simplesmente de lado quando não tiver nada para arrumar.

Considerações e extras

Este suplemento também é uma experimentação minha, uma maneira diferente de enxergar o jogo que por ser do tipo minijogo, não caberia em seu texto. A intenção é ver como isso reage as histórias que você venha a contar com o HdE se utilizar algumas destas regras e refletir sobre possíveis caminhos que poderei tomar no futuro. Então é isso galerinha, espero que tenham curtido e desejo a todos muitas aventuras heroicas! No atual momento em que vivemos, o que mais precisamos e de histórias que tragam esperanças mesmo diante de tantas coisas sombrias.

Ah! E para quem quiser mais de HdE, você pode:

Deixe uma resposta