Player Skill

Olá Aventureiras e Aventureiros! Eu sou o DM Quiral, e esta é nossa coluna no Mundos Colidem. No capítulo de hoje, eu resolvi trazer uma discussão que acredito ter se perdido ou se tornado nebulosa ao longo dos anos: Player Skill.

 

 

1. O QUE É PLAYER SKILL?

A tradução livre, seria habilidade do jogador. Ela vem originalmente do estilo de jogo old school, onde o jogador resolvia conflitos no jogo sem acionar nenhuma mecânica da ficha do personagem. Isso está diretamente relacionado ao fato de termos fichas extremamente simples e sem grandes recursos como ferramentas. Naturalmente o jogador era estimulado a buscar soluções fora da ficha do personagem. Segue uma imagem de uma ficha de jogos Old School:

2. O QUE É CHARACTER SKILL?

Com a evolução dos sistemas de RPG, foram surgindo uma série de regras mais complexas e completas, com objetivos diversos. Dentre eles, trazer mecânicas específicas para solução de problemas. Trago aqui uma imagem da ficha do personagem de D&D3.5 como exemplo:

Repare a diferença na riqueza e profundidade de opções, inclusive com perícias específicas, como “usar cordas”. Fortalece-se assim, o conceito da solução por recursos e mecânicas descritas na ficha: Character skill. Esse tipo de “crocância” gerou diversas consequências, uma delas foi efeito do jogador passar a ser estimulado a buscar as soluções na ficha do personagem. Em muitos casos, isso foi visto como uma solução para “corrigir” um efeito que pode ser considerado negativo da Player SkillI: “O jogador ser capaz de resolver diversos conflitos de forma desconectada com a natureza de seu personagem”. O famoso ladrão galanteador de Carisma 5, ou o o famoso guerreiro estrategista de Inteligência 5.

3. ISSO TEM EFEITO COLATERAL?

Na minha forma de ver, SIM ! Um dos grandes efeitos colaterais disso, é um número considerável de jogos onde o desafio passa a ser focado na ficha do personagem, não no jogador. O olhar automático para ficha em busca de soluções PODE ser uma forma de desestímulo ao criativo emergente.

Eu penso que a essência da Player Skill é o espaço fértil de uma dialética sutil entre jogador & Dungeon Master, com grande possibilidade de colorir a fantasia, uma criatividade orgânica que o só o RPG pode trazer!

Eu falo um pouco sobre isso neste vídeo:

4. COMO APLICAR A PLAYER SKILL EM DIFERENTES SISTEMAS?

No meu modo de pensar, hoje, em 2019, nós temos uma infinidade de possibilidades de reinterpretar a forma como usaremos e recompensaremos a Player Skill. Isso vai depender muito das mecânicas e dinâmicas do sistema de RPG, e cabe a nós, como DM, pensarmos em como acionaremos as mecânicas do sistema a partir da Player Skill, que está nas dinâmicas do jogo.
Filosofo de forma abstrata sobre mecânicas e dinâmicas no RPG nesse vídeo:

5. COMO PODEMOS USAR A PLAYER SKILL EM D&D5e?

Eu adoro a filosofia da Player Skill, mas penso que a sua forma original é mais alinhada aos jogos old school ou OSR, por isso, eu acredito que podemos reinterpretar a forma de abordagem para se alinhar ao sistema do jogo. Em D&D5e eu chamo isso de “espaço 1-2”, e falei mais sobre isso neste vídeo:

O nosso XP aqui, é tentar desmistificar uma imagem negativa da Player Skill, e buscar uma reflexão de que temos inúmeras possibilidades com diferentes estilos do jogo…

Será um prazer receber o feedback de vocês !

Até a próxima, e lembre-se: TUDO É XP.

2 Comentários

  1. Olá, salve Dm, blz?

    Segue um pequeno comentário. Conheço a discussão sobre skill player por escutar muito o “Café com DG”. A partir disso comecei a segui-lo no youtube e venho acompanhando os vídeos sobre DCC e achando divertido.

    Sobre o texto, acho que se a proposta é escrever um texto, seria interessante explicar o que está nos vídeos, pois senti que a proposta não foi atingida, devido as referencias aos vídeos. Tudo bem cita-los, mas ficou exagerado, eu que prefiro ler fiquei confuso. Talvez explicar mais ajudaria. Ainda não assisti os vídeos… então essa reflexão é somente sobre o que está escrito.

    Abraços

    • Olá ! DM Quiral aqui 🙂

      Muito obrigado pelo feedback. Quanto ao conteúdo aqui da coluna, a nossa intenção é complementar aqui o conteúdo dos vídeos, mas acredito que o seu ponto tem muito fundamento. Vou repensar uma forma de trazer mais texto para os próximos, ilustrando melhor a discussão ! Um abraço, e marque um pontinho de XP aí pelo debate aqui, eu já anotei o meu 🙂

Deixe uma resposta