É possível ter uma experiência “Old School” com o D&D 5e?

Olá Aventureiros ! Eu sou o Mestre Quiral do DM’s Party, e esta é a coluna da Festa dos Mestres no Mundos Colidem. No capítulo de hoje eu resolvi trazer uma discussão de proposta para se jogar D&D 5e, com uma pegada Old school. Mas antes de iniciar essa proposta, eu trago alguns pontos para contextualizar.

1. O QUE É UM JOGO OLD SCHOOL?

Antes de tudo, vem aquela primeira pergunta: O que afinal, é um jogo old school? Essa resposta pode ser bem abstrata, e variar muito de acordo com a referência, para isso, eu prefiro trazer alguns pontos que podem parametrizar um pouco esse assunto. Antes de tudo, se você nunca ouviu falar nisso, e não conhece muito a história do Dungeons & Dragons, desde sua origem, em 1974, sugiro dar uma olhada rápida neste vídeo que fiz, que de uma forma resumida ajuda a contextualizar o assunto:

2. OLD SCHOOL E OSR

Dentro desse contexto, um jogo old school normalmente está conectado às origens do D&D, os primeiros RPGs, normalmente que envolve o OD&D (1974), o AD&D1 (1977), o D&D (1977) ou a engrenagem desse D&D (que passou pelas edições de 1981, 1983 até culminar na última versão dessa engrenagem, que foi a D&D Rules Cyclopedia de 1991. A partir de 2008, surgiu um movimento que entendeu que esse estilo de jogo não era mais produzido, e esse espaço vazio começou a ser ocupado por jogos que buscavam resgatar essa proposta. Assim, surge o movimento da Old School Renaissance (OSR). Eu resumo um pouco disso neste vídeo:

Agora sim, estamos contextualizados ! A partir desse novo “alinhamento”, chegamos ao ponto que eu queria. A pergunta é: “Seria possível eu ter uma experiência Old School usando o D&D5e?” Na minha opinião, a resposta é: SIM. Existem diversas formas de fazer isso funcionar. É possível usar alguns hacks, ou criar algumas regras da casa (house rules), mas, para essa discussão, eu prefiro trazer elementos opções OFICIAIS, que constam em sua maioria no Dungeon Master Guide. São regras opcionais de customização de seu jogo, afinal, é para isso que o DMG serve ! Quando iniciei a campanha de 5e Curse of Strahd eu senti a necessidade de aprofundar melhor nesse conceito, e apresento um pouco dessa ideia neste vídeo:

Por fim, o nosso XP aqui, é tentar iniciar uma discussão das inúmeras possibilidades que temos de variar os estilos do jogo e as experiências que podemos ter em mesa. As opções que trouxe aqui neste vídeo são apenas uma pontinha de toda essa modularidade da 5e. Temos diversos Unearthed Arcane e você mesmo pode criar algumas alternativas, se julgar necessário, como a criação de personagens usando os famosos 3d6, na ordem que sair, e o que mais a sua criatividade permitir. No vídeo, eu cito o material de Giffyglyph, que produziu um excelente compliado para uma experiência de D&D5e nesta proposta, chamado de Darker Dungeon. Segue o link: https://giffyglyph.com/darkerdungeons/

Até a próxima, e lembre-se: TUDO É XP.

Deixe uma resposta