O Papel do “Mestre do Jogo”

Olá Aventureiros!

Eu sou o mestre Quiral, e faço parte de um grupo de amigos que se juntou para uma grande Festa dos Mestres. Há pouco mais de um ano tivemos um encontro aleatório nessa grande campanha que jogamos, que é a campanha da vida real, e resolvemos nos manter juntos em um novo grupo chamado: DM’s Party. Dentro dessa história acabamos colidindo nosso mundo aqui, e agora estamos fazendo a nossa estreia com esse assunto que espero poder lhe ajudar um pouco dentro desse hobby que amamos.

Por enquanto a “festa” é composta por três amigos, eu (mestre Quiral) e os grandes: Eduardo Vieira e Rodrigo de Mattos. A nossa ideia é trazer assuntos sobre o RPG em geral e compartilhar um pouco de nosso XP por aqui, e como “vento que venta lá, venta cá”, vamos ganhar XP com isso também! E neste primeiro episódio falaremos do Papel do Mestre do Jogo!

O PAPEL DO “MESTRE DO JOGO”

Este é o primeiro assunto que resolvi trazer aqui, pois eu acredito que é um dos maiores gargalos que temos dentro do hobby. A quantidade de jogadores que assumem essa função no jogo é muito pequena e muitos esbarram em conflitos desnecessários. Por isso quero tentar ajudar a mostrar que ser um jogador na função do mestre do jogo não é nenhuma Tiamat. Por isso, trouxe este vídeo para ilustrar melhor o que penso:

ATÉ O PRÓXIMO ENCONTRO

Espero que tenham gostado do assunto, e sintam-se à vontade para nos adicionar nas redes sociais, fazer seus comentários e deixar sua opinião! O canal no Youtube é o DM’s Party que você pode encontrar, clicando aqui. O nosso maior objetivo é contribuir com esse hobby que tanto amamos. E lembre-se: Tudo é XP!

Deixe uma resposta