Nova Amsterdã: Os Mythos Invadem o Nordeste Holandês

O escritor H.P. Lovecraft povoou o imaginário de muitos leitores, principalmente o de muitos rpgistas, com seus contos de horror cósmico. Nos jogos, essa influência se deu por meio do famoso RPG “O Chamado de Cthulhu” e dele derivaram os mais diversos materiais de cenários de campanhas e suplementos. Até mesmo o mais famoso cenário de fantasia medieval brasileiro, Tormenta, carrega bastante de sua literatura com seus monstros rubros alienígenas capazes de enlouquecer suas vítimas.
Mas imaginem juntar os mythos da literatura de Lovecraft com a história do Brasil. Não sabe como isso ficaria? Então você precisa conferir o Nova Amsterdã RPG, cenário autoral de Raphael Lima e Gilberto “Joka” Olimpio, onde o folclore se mistura com os Mythos de Lovecraft, numa amálgama digna dos mais terríveis Shoggoths.


O livro usa a dominação holandesa no Nordeste brasileiro como palco para uma adaptação dos Mythos da literatura lovecraftiana para o sistema Fate Acelerado. O desenrolar da trama será a capitania do Rio Grande, com a cidade do Natal (capital), renomeada Nova Amsterdã pelos batavos durante sua estadia em terras potiguares (1633-1654), sendo o centro das ações.
Neste cenário, os mythos foram despertos ou trazidos para a América pelo europeus em sua sede de poder e controle econômico, o palco das ações é a cidade de Nova Amsterdã (Natal/RN) fato esse que não restringe suas campanhas apenas à cidade ou à capitania, podendo os narradores ambientarem seus jogos em qualquer localidade do nordeste brasileiro sob a influência holandesa no século XVII.

SISTEMA

O sistema escolhido foi o Fate Acelerado, publicado pela Evil Hat, e lançado no Brasil pela Solar Entretenimento. A sua escolha se dá por sua versatilidade e maleabilidade inquebrável do sistema, além de sua pegada narrativista que se encaixa perfeitamente com a proposta do jogo. Mas os autores bebem de outras fontes, e as suas influências são nítidas nas postagens e no playtest, especialmente do “Chamado de Cthulhu” e do “Rastro de Cthulhu”.

AUTORES

Nova Amsterdã é de autoria de Raphael Lima e Gilberto “Joka” Olímpio ambos membros do coletivo de RPGistas Mundos Colidem com sede na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, mas que contém membros ativos de todo o Brasil. Joka é geógrafo, professor da rede pública estadual de ensino do RN, e um pesquisador dos usos do RPG na educação, e autor da coluna Espaço Mítico no Mundos Colidem. Raphael Lima é cientista da religião, historiador e professor da rede pública de ensino do RN, e do município de Natal, desenvolve atividades com o uso do RPG como ferramenta pedagógica, por meio do projeto Lápis & Dados, e com alguns relatos na sua coluna no Mundos Colidem, a Caixa do Lima, alguns artigos sobre o tema: “É possível usar o RPG em Sala de Aula? #Parte1” e “É possível usar o RPG em Sala de Aula? #Parte2”.

LANÇAMENTO

O Nova Amsterdã RPG será lançado em formato digital no Diversão Off Line São Paulo, que ocorrerá nos dias 27 e 28/04/2019 no Centro de Eventos São Luís, no bairro da Consolação. Durante o evento os autores estarão realizando one shots e distribuindo uma versão mínima do RPG, usando o sistema de regras para minijogos do Mundos Colidem, para os que participarem das mesas. Essa versão mínima vem com um QR Code para baixar a versão completa do jogo no sistema Fate Acelerado. O livro contém ilustrações de Miguel Rude, Dan Ramos e Leander Moura. Edição e diagramação de Dan Ramos. Revisão de Leishmaniose, Petras Furtado e Gabriel Anaya. Você quer saber onde encontrar o Mundos Colidem no DOFFSP? É só ir no Stand da RedBox Editora.

Quer conhecer o Nova Amsterdã? Baixe o Fastplay da aventura “O Estranho Ocaso do Lago da Vila do Bonfim” no DUNGEONIST ou no DTRPG.

Quer conhecer outros projetos autorais do Mundos Colidem? Clique aqui (Dungeonist)Clique aqui (DTRPG)

Veja a entrevista no Podcast Nerd Notícias – Clique aqui.

Veja o artigo do Thiago Rosa no RPG Notícias – Clique aqui.

Veja o Nova Amsterdã na Rede RPG – Clique aqui. 

Veja o Nova Amsterdã no RPGista – Clique aqui. 

Deixe uma resposta