Mudando Ritmos de Jogos de D&D – Parte 2: Quando os descansos não são suficientes

Na entrada do novo nível da Torre do Destino eu, João D, seu guia nessa subida prolongada te levo a nova entrada ainda bem parecida com o nível anterior. Devo admitir que gostei de escrever sobre o Descansos longos e mais longos ainda e vou continuar comentando outras regras variantes para D&D 5ª edição, que são apresentadas no Livro do Mestre (DMG) ou outros livros oficiais, e como isso afeta o jogo. Aviso logo que a postagem anterior é uma leitura muito recomendada para começar a ler esta também. Vamos falar sobre recuperações, o grande motivo de se fazer os descansos.

Do comum ao incomum

Como já havia citado antes a ideia principal de alterar regras que afetam o ritmo de jogo é construir narrativas diferentes da mais comum nos jogos de fantasia medieval narrado em D&D 5ª edição. Um grande aliado para essas variações é o Livro do Mestre (DMG). Na sessão Adventure Options (Opções para aventuras) podemos encontrar as regras aqui apresentadas sobre Healing (Recuperando).

O descanso na taverna

Vamos começar lembrando como funcionam as regras gerais de recuperações na 5ª edição. Os descansos são separados em dois: descansos curtos e descansos longos.

Em ambos os descansos, podem ser utilizados os hit die (dados de vida) para recuperar hit points (pontos de vida). Quando um grupo faz um descanso longo se recupera todos os pontos de vida e todos os dados de vida. Todo mundo fica recarregado. Magias e muitas habilidades de classe se recuperam com descansos longos. Poucas habilidades, em casos específicos magias também, são recuperados com descansos curtos.

Em caso geral, descansos longos deixam os personagens com seu poder total de volta. Os personagens ficam no auge da suas habilidades e prontos para longas jornadas. Após um descanso longo os jogadores querem logo partir pra resolver problemas e entrar em combates. Logo, após um descanso curto, os jogadores ficam numa situação confortável, mas não no seu máximo. São muito usados em situações que o tempo também é um problema para o grupo.

Brincando de dificultar

A primeira alteração para recuperações está na necessidade de um recurso para poder recuperar vida durante um descanso curto. Nessa variante, os jogadores só podem utilizar dados de vida para recuperar pontos de vida se algum personagem utilizar um healer’s kit (conjunto de curandeiro). Com isso, dois recursos são usados durante um descanso curto: dados de vida e conjuntos de curandeiro.

Bons clérigos boas curas

Nessa variante o jogo não perder ritmo, não altera realmente os ganhos com descansos curtos. Com essa regra, os descansos curtos apenas se tornam mais custosos. É viável mas não traz grandes mudanças para o jogo. Ainda assim, pode ser um bom modo de dificultar diversos descansos curtos feitos entre descansos longos. Apenas tenha atenção com o uso dos conjuntos de curandeiro que podem ser um novo trabalho de contagem de itens. Se você não conta muito os itens em seus jogos essa regra pode não alterar em nada.

Na mesma ideia de trazer novos desafios para os jogadores, a regra de slow natural healing (recuperação natural lenta) pode ser bem difícil de lidar. Nessa variação os jogadores apenas recuperam pontos de vida em descansos se utilizarem dados de vida, sejam em descansos longos ou curtos. Assim, magias de cura se tornam mais impactantes, afinal você gastará seus dados de vida restantes sempre que fizer um descanso longo, mas nada garante recuperar toda sua vida. Grupos com personagens com essas magias podem conseguir contornar melhor essa dificuldade, mas a vida dos jogadores será bem mais difícil se apenas confiarem em descansos curtos. Mesmo que a regra afete apenas descansos longos, os dados de vida continuam os mesmo para ambos os casos.

Juntando tudo

Essa regra eu utilizei juntamente com a regra de aumento do tempo para os descansos, como discutido na postagem anterior. A união das duas regras fazia com que até mesmo descansos longos fossem dosados, pelo menos no quesito de gasto dos dados de vida. Garanto um jogo mais próximo do realista, principalmente quando pensado na visão da recuperação dos ferimentos. Magias de curas mais relevantes fora de combate se tornam essenciais para auxiliar os descansos, além de um bom bardo.

Tornando heroico

Tipo seiya sempre voltando ao combate

Ora, nem todas as regras são para tornar o jogo mais lento. A regra de healing surges (surtos de cura) pode criar momentos animadores e memoráveis no jogo. Os jogadores podem utilizar uma action (ação) para utilizar até metade dos seus dados de vida para recuperar vida. A regra de utilização dos dados continua a mesma. Pode-se acrescentar mais dados após os primeiros lances e sempre adicionando o modificador de constituição a cada dado. Assim, cenas de retorno triunfante ao combate, no melhor estilo shounen clássico, pode acontecer mais fácil na sua mesa. Já aviso, aquela healing word (palavra curativa), para levantar um aliado caído, seguida de um surto de cura vai acontecer várias vezes. Claro, as cenas podem ser ótimas.

Mudar com objetivos

No todo, regras de recuperação vão alterar mais do modo como os jogadores se portam ou resolvem seus problemas, do que o ritmo do jogo em si. Unir algumas dessas regras podem trazer cenários curiosos, como num jogo onde os personagens podem fazer o surto de cura mas o descanso longo não recupera pontos de vida a não ser pelo dados de vida. Daí, temos um jogo onde ter dados de vida pode ser mais raro pelas muitas possibilidades de gasto deles, mas poucas situações de recuperações.

Poções podem ficar bem mais relevantes

Lembrar sempre da importância que essas regras alternativas sejam conversadas com os jogadores, discutidas sobre como isso afetaria o jogo e se todos concordam. Quem sabe você não encontra um ponto de equilíbrio interessante para todos utilizando algumas das variantes com leves alterações. Alguns cuidados podem ser importantes caso você tenha problemas com balanceamentos, mas alguma diversão a maioria dessas regras trará.

E você, já alterou regras de recuperação de vida? Tem alguma alteração de regra que trouxe alguns problemas de balanceamento? Já jogou algum jogo onde os pontos de vida eram mais escassos? Comente sobre como você fez essas alterações e como foi o resultado. Vamos aproveitar o espaço para debate. Saudável e sem hates.

No geral se você já chegou até aqui aproveite os bônus de experiência por terminar o oitavo nível da Torre do Destino. E se seu descanso longo durante esse tempo não surtiu o mesmo efeito de antes, talvez você repense em novos descansos. Eu mesmo já estou pensando no meu atual descanso e no período de pequenas férias que teremos por um tempo. Após o recesso voltarei a tratar sobre algumas regras variantes que aparecem em outros livros. Quem sabe não chamo alguns amigos, bardos, magos e monstros para ajudar.

Deixe uma resposta