Discworld para Fate Acelerado

Olá, galerinha!

Aproveitando esse feriadão, resolvi organizar as prateleiras com jogos e livros, a papelada das campanha, one-shots e adaptações. No meio de todas as coisas, encontrei um velho one-shot onde que narrei uma adaptação bem divertida e resolvi modificá-la e apresentar para vocês.

Nossa viagem vai nos levar a um mundo inquieto que navega pelas correntes do universo, nas costas de uma grande tartaruga. Aqui, os deuses, apesar de serem pequenos, não deixam de ser grandes, os bárbaros escrevem livros, as cabeleireiras são heroínas e os sacrifícios adoram ser sacrificados.

Então, amigos, apertem bem seus cintos e guardem bem suas magias para que elas não fujam; nossa próxima parada é o Discworld.

Ferimentos em D&D

Saudações, aventureiros.

O Dungeon Master Guide apresenta, dentre as várias regras opcionais, uma que me chama bastante atenção, a de ferimentos persistentes e é sobre ela que eu gostaria de falar um pouco neste artigo.

Heróis Blindados: Armaduras de Combate para Fate Acelerado

Ainda garoto — quando minha paixão por ficção científica estava se estabelecendo — eu li, pela primeira vez Starship Troopers, o clássico da FC de Robert Heinlein sobre uma sociedade futura extremamente militarizada, tentando sobreviver ao confronto com os Bugs (ou insetos), um conglomerado de raças (uma delas humanóide) com tecnologia similar à humana, exceto por uma coisa: Mecha. Esta foi a primeira menção (conhecida, pelo menos) deste tipo de tecnologia na ficção científica. O autor, que criou o conceito em 1959, provavelmente não tinha ideia que estaria trazendo à vida um gênero próprio que seria muito comum aos animes e mangás e que espalhou-se por RPGs, boardgames, quadrinhos, desenhos animados, filmes e claro, brinquedos.

Guiamaniose dos Cenários de D&D da TSR e da WotC

Olá,

 

Saudações, 2d8 leitores! Como apontado no capítulo anterior do Lugar Nenhum, as últimas semanas não têm sido fáceis – alguém ativou o mode nightmare da Adultescência. Porém, desta vez eu consegui me organizar o suficiente pra trazer um capítulo com conteúdo novo, ao invés de reciclar algum material antigo do Toca. Mas antes de dar continuidade, gostaria de notificar que o Índice do D&D 5.0 foi atualizado com os novos materiais do Unearthed Arcana, mais precisamente: Arquétipos de Magos, Monges, Paladinos e Rangers; Classe Mystic; Feats de Perícia e Feats Raciais; Novas Cantrips; Regras aprofundada para Armadilhas, Downtown e Combate de Exércitos. Então, se você perdeu algum dos materiais, corre lá que o Índice está completamente atualizado.

Duelando em Amber (e mais RPGs sem dados, cartas, Jenga ou dança)

Na série de posts sobre jogar RPG sem dados, iniciamos com a proposta de Erick Wujcik, que culmina com a elaboração de Amber Diceless RPG (ADRPG) em 1991, depois passamos para o destaque de alguns elementos narrativos do cenário de Amber e aspectos da criação de personagem.

Hoje vamos comentar sobre a resolução de conflitos em Amber, considerando como o cenário e a sua mitologia, ou metafísica (as causas primeiras e categorias fundamentais, descritas em Todos os Caminhos levam à Amber), podem tornar interessantes os impasses em jogo. Dependendo da importância para o andar da estória, os combates podem ser modulados de simples e minimalistas a complexos e detalhados em termos de táticas e de narrativa.

Nova criatura para Savage Worlds – Predador Fantasma

Estávamos em pesquisa de campo desbravando novas terras — eu, Aiel, minha parceira, e como sempre, nosso fiel companheiro animal Mach, um excelente cão de guarda. Estávamos embarcados em uma carroça puxada por apenas um cavalo, que era o que a academia nos disponibilizava. No último mês adentramos as planícies a partir da cidade mais próxima e — nossa profissão? Desculpe não falar antes. Somos pesquisadores, catalogando novas especies de plantas e fungos, na busca incessante por novos ingredientes para novas poções e substitutos para as fórmulas já existentes.

A propósito, me chamo Limah.

Hora da Aventura RPG

A aventura vai começar
Todos juntos vamos visitar

O mundo de Jake e seu amigo Finn
Diversão é aqui
Hora da aventura!

Olá galerinha!

É isso aí, após um primeiro de abril bem engraçado, cheio de anúncios destemidos, recebemos a notícia que abalou alguns coleguinhas! Então vamos nessa, amigos! O nosso expresso está saindo e a nossa próxima parada é a terra de Ooo.

Abordagens alternativas para as tendências

Saudações, aventureiros.

No texto de hoje vamos abordar algumas alternativas para as tendências de D&D 5E baseadas em dois RPGs que, embora não possuam versões em português, conseguem inspirar e contribuir para trazer elementos facilmente adaptáveis.

Evolution Pulse: primeiro playtest

No último Calango Lúdico, no dia nove de abril, finalmente tive a oportunidade de fazer um playtest público do Evolution Pulse, o RPG de horror pós-cyberpunk pós-apocalíptico que está em financiamento coletivo no Catarse pela editora estreante Fábrica. Apesar do pouco público devido à ameaça de chuva, contei com a presença de dois jogadores que aguardavam para conhecer Evolution Pulse. Para os personagens prontos, utilizei os modelos de fichas traduzidas para o EP que foram disponibilizadas na página do Catarse, além de criar alguns recursos extras:

  • Os props que usei (imagens e gráficos variados) para ambientar os jogadores no cenário, além de um sumário dos diferentes tipos de abordagens;
  • As fichas de personagem prontas, com dois executores diferentes de cada tipo;
  • Um conjunto de fichas de Hekath variadas, para servirem de oponentes.

Tormenta – O Vale da Névoa

Olá,

 

Gostaria de pedir sinceras desculpas àqueles que acompanham a coluna do Lugar Nenhum por não ter conseguido postar na terça-feira, conforme o cronograma do site Mundos Colidem. O final de semana foi conturbado e o início dela também, resultando na impossibilidade de eu poder produzir algo como eu realmente queria. Como haveria esta folga na quinta, eu me prontifiquei a realizar a postagem do Lugar Nenhum excepcionalmente hoje. Como o cérebro ainda está meio avariado pelos acontecimentos, eu decidi apenas reciclar uma postagem antiga, com bastante conteúdo de lore, para o cenário de Tormenta.