Hiato Julino e Minijogo “Vamos ao Supermercado?”

Olá. Julho chegou! E, com ele, o nosso hiato de meio de ano para as merecidas férias julinas. O site do Mundos Colidem estará em hiato de postagens até o dia 02 de agosto, uma segunda feira, quando retornaremos às atividades!

De praxis, deixo aqui o nosso explícito agradecimento a todos que nos acompanham! Pelos acessos, apoios, comentários, compartilhamentos e uso dos nossos conteúdos! Muito obrigado mesmo!

Por fim, se puderem, fiquem em casa. Usem máscaras, mantenha distância de um quadrado (1,5m) das pessoas – sem engajar –, caprichem no álcool em gel e na lavagem de mãos, evitem aglomerações e mantenham as jogatinas de RPG por plataformas virtuais, como o Roll 20. Aqui fica uma proposta de minijogo, o mais recente de Raphael Lima, para momentos como os atuais. Ele está a Pague o Quanto Quiser no Dungeonist:

“Vamos ao supermercado?” é um minijogo em tempos de pandemia sobre esperança e a busca por suprimentos. A personagem está de quarentena, mas precisa sair para conseguir suprimentos para sua família e pode ser infectada em sua busca. É um jogo sobre a jornada de sobrevivência diária e suas interações sociais. Esse jogo foi feito para ser jogado por duas pessoas em isolamento social, mas funciona também para um grupo, usando recursos virtuais ou no modo solo, usando um oráculo.

Vamos ao Supermercado?

Espero que aproveitem!

Bonanças.

Atenciosamente,

Leishmaniose

Bravos Heróis: Kit de Expansão

Olá pessoas! Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Em minha última postagem, apresentei para vocês o meu mais novo minijogo: o Bravos Heróis. Nele, os jogadores controlarão pequenos heróis enfrentando grandes desafios, buscando assim salvar o mundo das garras do terrível Senhor do Mal. Infelizmente minijogos possuem um tamanho de texto limitado, o que dificulta explicar certas regras com profundidade. Contudo, a fim de contornar este problema, resolvi criar um guia de regras expandidas para o material original, ajudando os narradores a criar suas aventuras usando o minijogo. Vamos conferir?

Bravos Heróis: salve o mundo das garras do Senhor do Mal

Olá pessoas! Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Caso vocês estejam acompanhando as outras colunas aqui do site, vão perceber que Leishmaniose e Raphael Lima não param de lançar novos minijogos (Patrulheiros Youkais, Dentro da Noite e Colonização) ou expansões para eles (Crianças Enxeridas para Hilda, Gravity Falls e Stranger Things). Eu também estou lançando várias adaptações para o meu Isekai RPG (Log Horizon, Império de Jade e League of Legends), mas hoje resolvi trazer algo especial. Estou falando de mais um minijogo com selo de qualidade Mundos Colidem, o Bravos Heróis!

Natal Colônia – Minicenário do Minijogo Colonização

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose e, no capítulo de hoje da coluna Lugar Nenhum, eu trago Natal Colônia, um minicenário adaptando a cidade de Natal para o minijogo Colonização!

A Ferro e Fogo: Colonização

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose, e trago mais um capítulo da série A Ferro e Fogo aqui no Lugar Nenhum: Colonização, um minijogo de ficção científica de invasão alienígena!

A Ferro e Fogo: Dentro da Noite e Outros Contos

Olá, 2d8 leitores! Eu sou o Leishmaniose, e trago mais um capítulo da série A Ferro e Fogo aqui no Lugar Nenhum: Dentro da Noite e Outros Contos, um minijogo de fantasia urbana gótica com criaturas sobrenaturais!

Isekai RPG: Império de Jade

Olá pessoas! Aqui é o Tio Lipe e sejam bem-vindos à primeira postagem do Santuário do Mestre em 2020!

Ano passado foi muito produtivo em minijogos aqui no Mundos Colidem, tendo sido lançado o Zika Zombie, o cyberpunk Jardins de Neon, o épico Heróis de Electrum, o pós-apocalíptico afrofuturista Nova Ifé, uma versão do já célebre Nova Amsterdã, e diversos materiais extras para o Crianças Enxeridas. Já o Isekai RPG, minijogo lançado por mim também em 2019, recebeu algumas postagens complementares, incluindo uma adaptação das personagens de Caverna do Dragão e Tate no Yuusha e uma expansão nas regras com a adaptação para Log Horizon. Hoje falarei novamente do Isekai RPG, desta vez adaptando o Império de Jade para as suas regras.

Isekai RPG: Log Horizon e Nível de Personagem

Olá pessoas! Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Devo dizer que não esperava uma repercussão tão positiva do Isekai RPG. Ainda estou no aguardo de notícias de quem o testou, mas já recebi algumas sugestões e dúvidas sobre ele. Motivado por isto, achei que seria interessante fazer uma adaptação um pouco mais elaborada que apenas fichas de personagens, o que acabou demandando uma pequena expansão nas regras. Hoje, então, trago uma adaptação das classes de Log Horizon para o Isekai RPG, bem como regras para nível de personagem e progressão.

Isekai RPG: Caverna do Dragão e Tate no Yuusha

Olá pessoas! Aqui é o Tio Lipe e bem-vindos novamente ao Santuário do Mestre. Na minha última postagem, apresentei o mais novo minijogo do Mundos Colidem e escrito por mim: o Isekai RPG (quem diria que eu conseguiria resumir um jogo em menos de mil palavras). Com ele é possível jogar com pessoas do nosso mundo que foram transportadas para um de fantasia ameaçado por um grande mal, vivendo nele altas aventuras.

E hoje, em complemento a postagem anterior, trarei alguns personagens de duas famosas animações: Caverna do Dragão e Tate no Yuusha.

Documento de Referência do Lima System [SRD]

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima. Saudações, 3d4-2 cultistas desta coluna inquieta, conhecida na comunidade como a Caixa do Lima. Hoje venho falar com vocês sobre o meu, o seu, o nosso Lima System, um sistema que desenvolvi em meados de 2017 e que dá vida a muitos joguinhos do Mundos Colidem. Se você está aqui e não conhece os nossos jogos autorais, sugiro dar um clique no menu desta página, onde tem escrito Jogos Autorais. Lá você encontra vários links para todos os jogos que serão falados nesta postagem e muitos outros. Então não perca tempo, clique lá e abra uma nova guia no seu navegador, pra conhecer um pouco mais sobre o nosso sistema mínimo, que não é superior a outros apresentados, mas cumpre bem a sua proposta.