Costela de porco glaceada em molho agridoce

Olá, caro viajante, seja bem vindo a Taverna no Fim do Multiverso. Eu sou Gilgan, seu anfitrião. Entre e fique a vontade. O que aconteceu? Você está ferido.

X-Men: Primeira Classe para ICONS

Olá galera, trago hoje pra vocês uma nova adaptação — e dessa vez estamos com os X-Men, criados em 1963 por Stan Lee (roteiro) e Jack Kirby (arte) pela Marvel Comics. São os primeiros encontrados/treinados pelo Professor Xavier para sua escola: Scott Summers, Jean Grey, Bobby Drake, Hank McCoy e Warren Worthington III.
Apresento a vocês Primeira Classe.

Ainda virão mais por aí, isto é só o começo.

Justiça Jovem: adaptação para ICONS

Olá, galera!

Deixo aqui para vocês uma adaptação dos heróis da primeira temporada de Justiça Jovem, a equipe original dos jovens heróis do universo da DC Comics: Robin, Superboy, Artemis, Kid Flash, Aqualad e Miss Marte.

E aguardem que tem mais!

The Witcher RPG

Saudações, aventureiros.

É impossível não se encantar pelo maravilhoso mundo de The Witcher, seja através dos livros, dos jogos ou do seriado – certo, é possível não se encantar com o seriado.

Uma pesquisa na internet revela uma interessante iniciativa de adaptação do cenário para D&D 5E, mas já existe um projeto oficial em andamento e as expectativas são as melhores.

Sangria nas Crônicas das Trevas

Olá, caro Viajante, seja bem vindo! Esta é a Taverna no Fim do Multiverso e eu sou…

— Senhor Gilgan!!!

— Olá, Glimp, o que houve? Com licença, Viajante, já volto…

Tokusatsu para Savage Worlds (Savage-Satsu)

Olá galera, hoje na Coluna Pontos de Ignição, dando um descanso no cenário, trago a vocês hoje uma adaptação para Savage Worlds de um dos temas que estouraram nos anos 80 e 90 no Brasil — e vou apresentar de forma resumida a história desse estilo de show live-action japonês e umas regras rápidas para começar a jogar com seus amigos.

Ervas para a herbalista

Os jogos eletrônicos podem nos inspirar. Alguns títulos nos inspiram muito e nenhum outro título tem me inspirado mais do que The Witcher 3: Wild Hunt e suas expansões Stone Heart e Blood and Wine.

Baseado nesta inspiração, no artigo de hoje vou apresentar uma ideia para aventura tirada diretamente de uma missão do Blood and Wine para D&D 5E.

Aproveitem.


Chilli Beans no Oeste Estranho

Olá, viajante, seja bem vindo à Taverna no Fim do Multiverso. Eu sou Gilgan, seu anfitrião, e espero que tudo aqui esteja a seu gosto. O meu chapéu novo lhe agrada? Ah, obrigado! Claro, como tudo e todos em meu humilde estabelecimento, este chapéu também tem uma história, que compartilho agora com você.

Terraplana 3: Arquétipos do cenário

Bom galera, espero que tenham gostado do que tenho descrito do cenário — se ainda não leu a ambientação do cenário e o conto de introdução, ainda está em tempo. Hoje venho até vocês um pouco atrasado, é verdade, mas foi para que melhorias fossem feitas. Os arquétipos serão apresentados de forma temática e como sei que vocês desejam desbravar o mundo lá fora, começarei pelos desbravadores: Os pilotos de Mecha e um exemplo de Mecha além dos Avataris (como são chamados os usuários de avatares no cenário) com um exemplo de avatar.

Mas antes de falar dos arquétipos, vejamos as peculiaridades sobre as regras do cenário.

O básico sobre maldições

Saudações, aventureiros.

Inspirado pelo jogo The Witcher 3: Wild Hunt, hoje vou trazer à pauta um elemento muito interessante das histórias de fantasia e que poderiam ganhar ainda mais espaço nas mesas RPG: as maldições.

Neste artigo apresento as mais relevantes referências sobre maldições contidas nos três livros básicos da quinta edição de D&D e apresento os três principais tipos de maldições, de acordo com o Cenário de Campanha de Ravenloft.