Evolution Pulse: primeiro playtest

No último Calango Lúdico, no dia nove de abril, finalmente tive a oportunidade de fazer um playtest público do Evolution Pulse, o RPG de horror pós-cyberpunk pós-apocalíptico que está em financiamento coletivo no Catarse pela editora estreante Fábrica. Apesar do pouco público devido à ameaça de chuva, contei com a presença de dois jogadores que aguardavam para conhecer Evolution Pulse. Para os personagens prontos, utilizei os modelos de fichas traduzidas para o EP que foram disponibilizadas na página do Catarse, além de criar alguns recursos extras:

  • Os props que usei (imagens e gráficos variados) para ambientar os jogadores no cenário, além de um sumário dos diferentes tipos de abordagens;
  • As fichas de personagem prontas, com dois executores diferentes de cada tipo;
  • Um conjunto de fichas de Hekath variadas, para servirem de oponentes.

Guardiões da galáxia para FAE – Os Vilões!

E como prometido, aqui estão as fichas do principais oponentes dos Guardiões — exatamente como vistos no filme.

Guardiões da Galáxia para Fate Acelerado

Curiosamente, um dos supergrupos mais divertidos da franquia cinematográfica recente da Marvel — e estou falando dos Guardiões da Galáxia — começou de uma forma bem diferente da que conhecemos pelo filme e desenho animado. Vamos conhecer neste artigo um pouco de sua história e, de quebra, as fichas da mais recente formação da equipe.

Advogados de Regras

Embora esta não seja uma postagem típica do Encruzilhada dos Mundos, é útil para lembrar de uma figura conhecida nas mesas de RPG, o Advogado de Regras, que aqui vamos chamar carinhosamente de AdR. Ele pode não ser muito conhecido (pelo menos por este nome) para os novos jogadores e narradores, mas acreditem, ele existe e é mais comum do que se imagina.

Esta postagem foi originalmente feita no meu velho blog, onde nasceu o Mundos Colidem que vocês conhecem. Então não se assustem se parecer familiar.

Morts: Os Agentes Funerários

Hoje é dia de mais uma resenha, com um cenário da Evil Hat — editora do Fate — chamado Morts. Eu confesso que quase deixei passar, mas me rendi aos comentários de quem jogou no Drivethrough RPG e acabei me rendendo também ao seu charme nonsense de horror gore, que lembra um pouco Zombieland.

Morts é uma espécie de RPG de apocalipse zumbi. Mas não um apocalipse zumbi como os que você imagina; brutal, cruel e desumanizador. Nada disso.

Morts é um apocalipse zumbi legal.

Evolution Pulse

Quando a humanidade, em seu ponto mais alto enquanto civilização, encontra um tesouro escondido de avançada tecnologia alienígena, além de qualquer coisa que se tenha criado — ou sonhado — irá abrir esta Caixa de Pandora em troca de poderes inimagináveis sobre a realidade? Mas qual será o preço a ser pago?

 

Esta é a premissa de Evolution Pulse, um RPG de ficção científica transhumanista como você ainda não viu em língua portuguesa — mas verá!

Ghost Planets: Aventuras da Tropa de Xenohistória

Ghost Planets faz parte dos lançamentos de Mundo de Aventuras para Fate, um conjunto de cenários completos com regras especiais para seu gênero e que conta as aventuras da Tropa de Xenohistória, uma instituição do Conselho Mundial, que governa a Terra e suas colônias no século XXIII, para evitar que o seu planeta natal se torne mais um Planeta Fantasma.

O Destino dos Jovens Titãs 1: A Turma Titã.

E como o show não pode parar, aqui está mais uma adaptação: Jovens Titãs para Fate Acelerado, com as mudanças da equipe ao longo de três formações diferentes. Sim, isso mesmo: três formações diferentes. Esta será a primeira delas, com a formação original do supergrupo adolescente.

RPG (e Fate acelerado) para Iniciantes

Olá. Este artigo faz parte de uma série sobre o que é RPG e como ele funciona. Aqui na Encruzilhada dos Mundos, vamos mostrar algumas definições bem claras e simples — e para servir de exemplo, vamos falar sobre as regras de um RPG em especial: Fate Acelerado.

Star Trek Adventures RPG: mais uma nova geração

Há alguns meses a editora inglesa Modiphius anunciou que tinha adquirido os direitos para um novo RPG da franquia Star Trek — junto com o anúncio, veio o chamado para o playtest das regras, usando o 2d20, o mesmo sistema de regras de outros RPGs da editora, como Conan, Infinity, John Carter of Mars e (publicado aqui no Brasil) Mutant Year Zero. Segundo a editora, ele deve ser lançado ainda no primeiro trimestre de 2017.

Como velho e fiel fã de Star Trek, é claro que me inscrevi para participar e por algum motivo, acabei entre meio mundo de fãs ávidos de todo o mundo que receberam o material para realizar a primeira etapa de testes das regras, ainda no final de 2016.