Evolution Pulse: primeiro playtest

No último Calango Lúdico, no dia nove de abril, finalmente tive a oportunidade de fazer um playtest público do Evolution Pulse, o RPG de horror pós-cyberpunk pós-apocalíptico que está em financiamento coletivo no Catarse pela editora estreante Fábrica. Apesar do pouco público devido à ameaça de chuva, contei com a presença de dois jogadores que aguardavam para conhecer Evolution Pulse. Para os personagens prontos, utilizei os modelos de fichas traduzidas para o EP que foram disponibilizadas na página do Catarse, além de criar alguns recursos extras:

  • Os props que usei (imagens e gráficos variados) para ambientar os jogadores no cenário, além de um sumário dos diferentes tipos de abordagens;
  • As fichas de personagem prontas, com dois executores diferentes de cada tipo;
  • Um conjunto de fichas de Hekath variadas, para servirem de oponentes.

Tormenta – O Vale da Névoa

Olá,

 

Gostaria de pedir sinceras desculpas àqueles que acompanham a coluna do Lugar Nenhum por não ter conseguido postar na terça-feira, conforme o cronograma do site Mundos Colidem. O final de semana foi conturbado e o início dela também, resultando na impossibilidade de eu poder produzir algo como eu realmente queria. Como haveria esta folga na quinta, eu me prontifiquei a realizar a postagem do Lugar Nenhum excepcionalmente hoje. Como o cérebro ainda está meio avariado pelos acontecimentos, eu decidi apenas reciclar uma postagem antiga, com bastante conteúdo de lore, para o cenário de Tormenta.

OVA – The Anime Role-Playing Game

Olá pessoas!
Na minha última postagem aqui no Santuário do Mestre eu fiz uma análise sobre as minhas primeiras impressões ao narrar Ryuutama, este RPG japonês fascinante que vem cada vez mais me cativando. Além disso, ontem no Terças de RPG, evento organizado aqui em Natal/RN pela equipe do Mundos Colidem, onde trazemos semanalmente duas mesas em modelo one-shot para a galera experimentar, eu narrei uma aventura pronta que criei para o sistema. Ainda há muito o que se falar sobre Ryuutama, por isso aguardem novidades. Mas voltando ao foco, hoje trago a vocês mais uma resenha de sistema. Quem acompanha as postagens do Santuário já percebeu meu gosto por animes, e hoje o sistema a ser esmiuçado é justamente sobre esta temática. Estou falando de OVA, The Anime Role-Playing Game.

Todos os Caminhos levam a Amber

No nosso último encontro no Mecanismo Obscuro, foi apresentada a posição “radical” de Erick Wujcik sobre o RPG com e sem dados a partir da sua rica experiência em um jogo de D&D no final dos anos de 1970, aqui. Em 1991 Wujcik publicou o Amber Diceless RPG (ADRPG), o primeiro e provavelmente mais consagrado RPG sem dados. Hoje vamos explorar alguns aspectos do ADRPG focando em como o universo de fantasia da série Amber, do escritor estadunidense Roger Zelazny, forneceu um rico cenário para o desenvolvimento das regras propostas por Wujcik, e de que maneira as premissas iniciais das Crônicas de Amber se configuraram em um modo inovador para a criação de personagens.

Avatar FAE: Atualização das Regras de Dobra

Olá, Camaradas!

Aqui estamos em mais uma sexta-feira no Nomos. E desta vez, começo nosso diálogo com uma boa notícia, na verdade uma ótima notícia. Estão prontos? O Mundos Colidem iniciou uma parceria com a Conexão Fate, uma referência nacional sobre o sistema. E como aqui no MC as sextas-feiras já são conhecidas como o dia do Fate, eu e o Grande Papai Smurf, Petras, nos tornamos os representantes do coletivo no fanzine nacional sobre o Fate/FAE. Desde já gostaríamos de agradecer ao Fábio Silva pelo convite, e reforçar o nosso comprometimento com o crescimento e a longevidade da iniciativa.

Resenha: Weird Wars – Tour of Darkness

Benvindo à selva, soldados! Na resenha de hoje, vocês serão levados ao Vietnã no — até agora — último livro das Weird Wars (Quem sabe eles façam um com uma guerra no futuro, nunca se sabe).  Se está curioso pra ver os anteriores leia as resenhas de Weird Wars Rome, Weird Wars 1 e Weird Wars 2 (este último já em financiamento coletivo pelo Catarse).

Bom, vamos ao que interessa.

Guia para narradores iniciantes III

Saudações leitores, esta nova parte do guia é parte importante de uma série de outras postagens de nossos companheiros de blog voltados para iniciantes no hobby, como RPG para iniciantesComeçando em Savage WorldsPreparando a Sessão Zero;  A aventura vai começar; Tipos de aventurasEvite frustrações: tipos de aventuras e finalmente Sessão Um. Como podem perceber, diversas áreas interessantes da narração, produção de aventuras bem como iniciações a alguns RPGs não faltam para quem está ávido em aprofundar leituras sobre tais temas. E é com prazer que apresentamos o fim da nossa série “Guia para narradores iniciantes“, que teve uma segunda parte também no Espaço Mítico

Final Fantasy Tactics para Savage Worlds

Olá Galerinha!

Em nosso último encontro, viajamos pelo mundo fantástico da franquia de jogos Final Fantasy. Tentei mostrar a vocês que era possível adapta-la para o nosso queridíssimo Savage Worlds. Desta vez, resolvi me aprofundar em um destes mundos — o mundo de Ivalice — que é apresentado nos jogos  Final Fantasy TacticsVagrant StoryFinal Fantasy XII e Tactics Advanced.

Apertem os cintos se deliciem com a paisagem, que a nossa viagem vai começar.

Ladinos & Adagas

Saudações, aventureiros.

Sou um garimpeiro de informações que me permitam mestrar e jogar melhor. Os romances, sejam eles diretamente ligados a cenários de RPG ou não, estão sempre cheios de cenas maravilhosas que algumas vezes tentamos emular em nossas mesas e uma delas, são as cenas velozes e furiosas de combates com adagas.

Neste artigo, mais voltado para o público iniciante, vou apresentar algumas escolhas que eu faria para ter um ladino, em Dungeons & Dragons 5E, focado no combate com adagas. Também apresento um levantamento estatístico sobre os danos causados com ataques normais, com ataque furtivo e acertos críticos para personagens de primeiro e quinto nível.