Playtest Nova Ifé: Regras do Cenário

Olá, eu sou o Lima, Raphael Lima.

Saudações, 2d6+3 leitores que acompanham essa coluna inquieta, carinhosamente conhecida por poucos como a Caixa do Lima. Então, hoje vamos encerrar os trabalhos de 2020 com mais uma postagem sobre o Nova Ifé. Desta vez com a terceira parte, apresentando as regras do cenário, vamos falar sobre mutações/habilidades, artefatos e recursos.

Este jogo é  um cenário afrofuturista idealizado por mim e escrito em co-autoria com a Lu Ain-Zaila, autora do Inverdades, Revolução, Isengun e Sankofia. As ilustrações de Lud Magroski e diagramação de Petras Furtado estão deixando o livro muito legal para vocês.

Nova Ifé é um cenário pós-apocalíptico, onde os personagens jogadores são mutantes, que neste cenário chamaremos de habilidosos ou manipuladores de magia de origem africana, com a missão de explorar seu território em busca de recursos e defender a cidade de Nova Ifé, a última cidade viva conhecida da terra, das ameaças de Adze — uma I.A. disposta a destruir a humanidade remanescente.

Então, vamos à terceira parte deste playtest? Lembrando que vocês podem conhecer ou revisitar tanto o processo de construção de personagens quanto as regras básicas, nos links abaixo:

Mutações

A segunda geração de crianças que nasceram em Nova Ifé — a última cidade, como é chamado pelos seus habitantes — após o apocalipse nuclear, veio ao mundo com algumas peculiaridades, que passaram a ser chamadas de mutações, e as crianças que as possuíam, de habilidosas.

Cabeçalho Nova Ifé

As crianças passaram a ser adoradas como enviados pelos orixás. E como sete em cada dez crianças que nasceram nas últimas décadas apresentavam alguma mutação, o imaginário popular as colocava como guias da nação na reconstrução de um novo mundo. E elas logo passaram a compor as equipes de exploração.
As mutações do cenário representam peculiaridades que conferem pequenos poderes aos habilidosos, em relação aos humanos tradicionais. Não existem mutações de super poderes — tais como nos filmes, séries e desenhos animados que estamos acostumados a ver.

Em termos de regras do sistema, uma mutação funciona como uma vantagem, que pode se traduzir em um dado para uma rolagem, um elemento narrativo — podendo ser um fato ou um problema, dependendo da ação, além de um sucesso automático, em uma ação onde não há oposição.

Exemplo
Diore tem a mutação
Telecinese, o que permite que ela mova pequenos objetos. Então, quando não há oposição ela consegue mover o objeto desejado, mas quando há uma situação em que possa ocorrer um erro, Marianna, a jogadora de Diore, precisa fazer uma rolagem de dados com vantagem, devido à mutação Telecinese. E o resultado desta rolagem vai determinar se ela teve sucesso ou não em sua ação.

Construindo suas mutações

Durante a construção de personagens, tanto o narrador quando os jogadores podem criar novas mutações além das que estão na lista apresentada nas regras do livro. Apesar de criar novas mutações não ser um problema, o grupo — jogadores e o narrador — precisa estar atento ao fato das mutações do cenário não serem super poderes, mas peculiaridades sutis, que dão uma vantagem em determinado aspecto para o habilidoso. Traduzindo em termos de regras, sempre que a mutação criada estiver em ação, o personagem fará a sua ação com vantagem.

Afrofuturismo Arte por Kokab Zohoori-Dossa

Uma nova mutação deve ser algo relacionado a uma “melhoria” no corpo humano, fazendo e aprimorando um determinado aspecto do personagem, e não uma mutação mais poderosa, que faz/controla/manipula uma grande quantidade de coisas. Em resumo, a mutação tem uma função específica, tem que ser algo claro e determinado.

Exemplo
Thales quer jogar com um personagem que controla o magnetismo, mas ao invés de seu personagem controlar grandes quantidades de metais, ele apenas domina uma pequena quantidade, que será limitada à sua Força, o que permite atrair um objeto à sua mão, manipular um pequeno objeto à distância, ou ainda arrancar algo de metal da mão de alguém — mas sempre algo que ele seria capaz de levantar com a sua própria Força.

Artefatos

Artefatos são produtos vitais para a cidade, encontrados nas explorações e que poderão ser consertados e utilizados pelos personagens. Eles são tratados como fatos/vantagens extras para o grupo ou para a comunidade de Nova Ifé.

Afrotecnologia by Bild-Kunst

Baterias, impressoras 3D, computadores, ferramentas itens similares são considerados artefatos. Eles também podem ser algo cuja utilidade não pode ser compreendida pelos jogadores, como por exemplo, tecnologia alienígena ou tecnologia avançada criada por I.A.s enlouquecidas durante o apocalipse.

Exemplo
A ruína de um antigo automóvel é encontrada durante uma exploração; os mecânicos começam a procurar em meios aos seus destroços e encontram uma bateria, que rapidamente conseguem fazer funcionar. O grupo então anota em seus equipamentos o item “
bateria” e passam a possuir um fato, que pode servir com uma vantagem.

Recursos

Recursos são equipamentos encontrados durante uma exploração e que podem ser consertados e utilizados a partir daí, tais como trajes de proteção, jipes 4×4, dirigíveis e drones. Recursos são tratados como fatos/vantagens para o grupo ou a comunidade.

Exemplo
Os personagens encontraram um traje anti-radiação, que dá a proteção necessária para entrar em uma área com radioatividade. Em termos de regras, o traje adiciona uma condição extra de proteção ao atributo Corpo, fazendo com que a personagem tenha a condição “
machucado” duas vezes.

Tentando fechar as portas de 2020

Então, pessoal, essa é a terceira parte da apresentação das regras do Nova Ifé RPG, que usa as regras do Lima System com o motor do Heróis de Electrum, desenvolvido por Gilberto “Joka” Olímpio. Para os que ainda não viram, temos uns wallpapers muito legais do Nova Ifé com as artes de Lud Magroski para você usar no seu celular, notebook ou tablet.

No dia 24/12/2020, o Crianças Enxeridas RPG Edição Expandida completa seu primeiro aniversário de lançamento, que vai ser comemorado com o lançamento da versão em inglês — Nosy Kids. Queríamos agradecer a todos vocês que fazem este jogo ser um sucesso.

E para quem curte, tem várias adaptações de Crianças Enxeridas que saíram esse ano na Caixa do Lima: Hilda, Gravity Falls e Stranger Things. E ainda tem ficha no Roll20, que ficou maravilhosa e que vale a pena conhecer. 

E com isso encerramos os trabalhos de 2020 da Caixa do Lima, neste ano pandêmico e atípico, onde enfrentamos o Covid-19, tivemos que mostrar para o povo a importância de defender o SUS, manter o isolamento social (mesmo com alguns defendendo evento presencial e “gripezinha”), e ainda lutar contra lobos em pele de cordeiro, mas mantendo a sanidade com as notícias delirantes de Brasília.

Prevenido, já coloquei cinco vassouras atrás da porta e espero que 2020 vá embora com tudo que trouxe de ruim, levando a besta-fera e a sua família junto.

Me solidarizo com todas as famílias que perderam seus entes queridos para o covid-19.

Até breve e defendam o SUS!

😉

 

Deixe uma resposta